Continua após a publicidade.
ad

Em uma excursão escolar a uma mina abandonada, um estudante de Carmo do Rio Claro (MG) teve uma experiência inusitada. Álvaro Henrique, de12 anos, descobriu uma pepita de ouro de 24 quilates durante uma excursão à Mina de Ouro Tancredo Neves.

“O olho do menino brilhou mais do que o metal precioso”, relata a escola Instituto de Educação e Cultura (IEC) em publicação no Facebook. Segundo a instituição, a peça pode valer de 300,00 a 500,00 reais no mercado.

Continua após a publicidade..

A mina onde a pepita foi encontrada situa-se na cidade histórica São João del Rei, construída durante a Corrida do Ouro Brasileira. Naquela época, bandeirantes se aventuraram na busca deste metal cobiçado. Em apenas um século, mais de 1.200 toneladas foram retiradas das regiões mineiras.

Continua após a publicidade..

Os garimpeiros migraram em massa para essa região rica em ouro, ocasionando uma mudança política e econômica no país.

A corrida perdurou até o fim dos anos 1800 e ainda hoje há atividades ilícitas nas áreas indígenas e protegidas ambientalmente, aumentando a degradação da floresta amazônica.

Publicidade

A escola espera que essas excursões eduquem os alunos sobre a história rica do Brasil. Contudo, apesar da descoberta ter sido feita por Henrique, a pepita ficará retida pela escola para “fins educacionais”.

“Estamos muito orgulhosos da façanha dele”, disse a diretora do IEC, Marisa Azevedo, ao portal G1.