Continua após a publicidade.
ad

A gigante Apple anunciou, durante a WWDC 2024, o “Apple Intelligence”, um conjunto de recursos de inteligência artificial que serão integrados aos iPhones, Macs e iPads através dos sistemas operacionais iOS, iPadOS e macOS Sequoia.

Para concretizar essa ambiciosa empreitada, a Apple firmou uma parceria com a OpenAI, criadora do renomado ChatGPT. Essa colaboração promete trazer a poderosa IA para os dispositivos da maçã, aprimorando a experiência dos usuários em diversas tarefas cotidianas.

Continua após a publicidade..

No entanto, nem todos os dispositivos Apple serão contemplados com essa novidade. Dos iPhones que já estão no mercado, apenas aqueles equipados com o processador A17 Pro, ou seja, o iPhone 15 Pro Max e o iPhone 15 Pro, receberão a IA da Apple. Os modelos da linha iPhone 16, que serão lançados este ano, já devem vir com o recurso de forma nativa.

Continua após a publicidade..

Além dos iPhones, a Apple disponibilizará sua inteligência artificial em outros dispositivos, como o iPad Pro e o iPad Air (com chip M1 ou superior), MacBook Air e MacBook Pro (com chip M1 ou superior), iMac (com chip M1 ou superior), Mac Mini (com chip M1 ou superior), Mac Studio (com chip M1 Max ou superior) e o poderoso Mac Pro (com chip M2 Ultra).

O Apple Intelligence promete auxiliar em várias tarefas, com destaque para a escrita e criação de imagens, revisão e resumo de textos. A IA também otimizará a ordem das notificações, priorizando alertas mais importantes e fornecendo resumos detalhados diretamente na tela de bloqueio, ajudando os usuários a focarem no que é mais relevante.

Publicidade

A privacidade dos usuários também foi uma preocupação da Apple nessa parceria. A empresa garantiu que a integração com a OpenAI inclui várias proteções, como a ocultação dos endereços IP dos usuários e a não armazenagem das solicitações feitas ao ChatGPT por parte da OpenAI.

Embora a Apple não tenha fornecido uma data específica, as novas funcionalidades do Apple Intelligence estarão disponíveis ainda este ano, utilizando a tecnologia do GPT-4 da OpenAI, que integra áudio, texto e imagem.