Continua após a publicidade.
ad

Os cães são capazes de oferecer ajuda genuína, desde que saibam como fazê-lo. Essa conclusão foi obtida após uma extensa série de estudos, que abordou se os cães agiam impelidos pelo desejo de salvar seus donos, de estabelecer um contato ou simplesmente alimentar-se.

Os testes principais foram conduzidos com a participação de 60 cães de estimação. Os cães foram desafiados a resgatar seus donos de dentro de uma caixa, que possuía uma porta leve que poderia ser facilmente aberta pelos cães. Além disso, os donos foram instruídos a solicitar ajuda de forma autêntica.

Continua após a publicidade..

“Cerca de um terço dos cães resgatou o dono angustiado, o que não soa muito impressionante por si só, mas é realmente impressionante quando você olha mais de perto”, disse o psicólogo Joshua Van Bourg, da Universidade Estadual do Arizona, em uma pesquisa de 2020 publicada na revista PLOS One.

Conforme o psicólogo, o número de cães que desejava resgatar seus donos era bem maior do que aqueles que realmente conseguiram fazer isso. Em outras palavras, o estudo sugere que boa parte dos cães desejavam resgatar seus tutores.

Continua após a publicidade..

Outro teste revelador

Seu cachorro realmente vai tentar te ajudar, ao menos foi o que mostrou outro teste. Neste caso, alimentos foram jogados dentro de uma caixa, sem que o dono estivesse presente. Desta forma, 19 dos 60 cães conseguiram recuperar o lanche, enquanto 20 “livraram os donos do perigo”.

Desses 19 cães, 16 deles conseguiram libertar seus donos do cativeiro no experimento anterior. Mas, não ficou só nisso, os pesquisadores colocaram outras medidas em prática, para descobrirem a motivação dos cachorros.

A partir disso, em outro experimento, os donos dos cães simplesmente leram revistas dentro da caixa. Os resultados indicaram que os cães ficaram bem mais estressados no primeiro experimento.

Publicidade

“Quando o dono ficou angustiado, latiram mais e choramingaram mais. Na verdade, havia oito cães que choramingavam, e o fizeram durante o teste de aflição. Apenas um outro cachorro choramingou, e isso foi por comida”, conta Van Bourg.

Seu cachorro realmente vai tentar te ajudar

No teste em que os donos leram dentro da caixa, 16 cães abriram a porta para sair ou se aproximar dos tutores. Segundo os pesquisadores, estar perto dos donos já é motivo suficiente para motivar os cães, mas quando eles percebem que seus tutores estão em perigo, sua urgência aumenta ainda mais.

Os testes foram repetidos e o nível de estresse dos cães foi o mesmo, com exceção das revistas, onde eles pareceram assimilar a situação a cada novo teste. O fato de os cães abrirem a porta tanto para resgatar seus donos quanto para procurar comida indica que ambos são considerados recompensadores pelos animais.

Os pesquisadores acreditam que os animais que não conseguiram resgatar seus donos simplesmente não foram capazes de fazer isso, e não por falta de preocupação com eles. Além disso, há o desejo de realizar análises mais aprofundadas no futuro, a fim de compreender ainda melhor o comportamento dos cães.

Graduado em Análise e Desenvolvimento de Sistemas e apaixonado por tecnologia, atualmente trabalho com projetos web e tenho orgulho de ser o idealizador do site Solte a Palavra.