Continua após a publicidade.
ad

Muitos especialistas em estratégia militar alertam que as guerras do futuro não serão terrestres, mas confrontos sob o signo da inteligência artificial e do armamento bioquímico. Porém, indústrias financiadas por governos continuam desenvolvendo equipamentos para serem utilizados em guerras no futuro, como no caso da Rússia.

A gigante da defesa estatal russa Rostec é a empresa que está desenvolvendo a quarta geração de sua armadura de combate Sotnik ou “Centurion”.

Continua após a publicidade..

O traje Sotnik de terceira geração atualmente inclui “equipamento de proteção pessoal e munição completamente novos, fornecendo defesa com armadura leve e aumentando dramaticamente o armamento do soldado”, diz a Fundação Jamestown.

Continua após a publicidade..

O equipamento é um conjunto de novas tecnologias, incluindo as mais recentes conquistas da indústria de defesa russa, como equipamentos robóticos e sistemas integrados de troca de informações.

Atualmente, acontece o primeiro estágio de desenvolvimento, onde são definidos os requisitos táticos e técnicos, diz o engenheiro Bekkhan Ozdoev da Rostec.

Publicidade

A armadura consistirá em fibra de polietileno leve e um revestimento projetado para suportar fogo direto de um calibre .50 M2 Browning. Ou seja, o equipamento não restringe os movimentos e permite que o soldado carregue o peso extra necessário para realizar missões especiais, segundo Ozdoev.

Embora a perspectiva de um traje de combate futurista capaz de parar uma bala calibre .50 pareça sair de um filme de ficção científica, os militares russos estão levando tudo isso a sério.